Luiz Souza

DevSecOps Specialist

Criando posts para Jekyll usando o Prose.io

12/07/2020 Tech 3 minutos para ler

A um pouco mais de um ano, publiquei um post onde comentei da minha mudança do Wordpress para usar o Jekyll e lá apresento minha opinião sobre usar páginas estáticas para manter meu blog, usando arquivos em formato Markdown. Bom, isso pareceu bem simples e prático, porque posso escrever um post virtualmente com qualquer sistema operacional, mesmo com ou sem interface gráfica ou ainda com ou sem um navegador! 😍

Bom, mas como diria Joseph Climber, “a vida é uma caixinha de surpresas” e com isso percebi que perdi a vontade de escrever posts no meu blog em Jekyll! E porque?!?? Porque criei uma “dificuldade” em ter que sempre que escrever um post, criar um metadata (exemplo abaixo) com as informações do post. E aí comecei a criar soluções “não elegantes” para isso (lê-se criar um script no meu notebook, outro script em outro computador, esquecer em um terceiro computador, ficar carente no celular, etc). Poxa! Exatamente o que eu queria de praticidade, eu estava criando uma bola de neve! O que fazer?


---

layout: blog

author: lpsouza

date: '2020-07-12 14:41 -0300'

category: Blogging

published: false

title: Criando posts para Jekyll usando o Prose.io

---

Com isso eu comecei a pesquisar soluções de como “escrever como no Wordpress, para Jekyll” e encontrei diversas soluções (sinceramente muitas pagas) e cheguei a duas soluções: O Netlify CMS e o Prose.io. Ambas as soluções se apresentam como gratuitas, e esse foi o meu motivador para testar.

Comecei pelo Netlify CMS, porque ele apresenta uma instalação “plug’n play” no site em um diretório /admin/. Mas o que pareceu fácil me remeteu a uma dor de cabeça, onde comecei a entender que esse projeto utilizava por debaixo dos panos um cara chamado Netlify, que esse sim é um site que gerencia de forma completa sites estáticos e ainda por cima era pago dependendo da solução que eu precisasse. Desisti desta opção!

Depois comecei a ver como funciona o Prose.io e reparei que ele é realmente gratuito (yeah), mas precisaria acessar a URL dele, com uma autenticação Oauth com o Github. E a configuração de como eu preciso das tais metadata ficam no meu arquivo de configuração do Jekyll, o _config.yml. Aqui coloco como fiz minhas configurações:


prose:

    rooturl: "_posts"

    siteurl: "https://luizsouza.com/"

    media: "media"

    metadata:

        _posts:

            - name: "title"

              field:

                  element: "text"

                  label: "title"

            - name: "date"

              field:

                  element: "hidden"

                  value: CURRENT_DATETIME

            - name: "author"

              field:

                  element: "hidden"

                  value: CURRENT_USER

            - name: "layout"

              field:

                  element: "hidden"

                  value: "blog"

            - name: "category"

              field:

                  element: "select"

                  options:

                      - name: "Blogging"

                        value: "Blogging"

                      - name: "Tech"

                        value: "Tech"

                      - name: "Linux"

                        value: "Linux"

                      - name: "Games"

                        value: "Games"

Por fim eu fiz este post utilizando o Prose.io e curti bastante! Ele é extremamente simples de usar e ainda continuo com a liberdade de produzir posts nele (de maneira facilitada com o uso das metadata) e na forma tradicional utilizando qualquer editor de texto, em qualquer sistema operacional!

E era isso! EOF ✌